Doença celíaca

Bread

A doença celíaca é autoimune, o sistema imunológico agride as células, provocando um processo inflamatório na parede interna do intestino delgado. A inflamação causa a atrofia das vilosidades intestinais e consequentemente, a absorção dos nutrientes é prejudicada.

A inflamação é causada pelo glúten, proteína encontrada no trigo, cevada e centeio.

Causa

A doença celíaca tem causa genética. Há um componente genético bem definido, por isso ela pode acometer várias pessoas da mesma família. Se fizermos o diagnóstico em uma pessoa, todos os parentes de primeiro grau devem ser investigados, pois podem apresentar a doença mesmo sem apresentarem os sintomas” afirma o médico Orlando Ambrogini, coordenador do Ambulatório de Doenças Intestinais da disciplina de gastroenterologia clínica da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Grupos de risco

A doença celíaca é mais comum em crianças, mas pode acometer adultos, de ambos os sexos.

Sintomas

Diarreia, prisão de ventre, perda de peso, anemia, sensação de estufamento, cólica e desconforto abdominal. Estes sintomas geralmente começam na infância. Há ainda outros sintomas, como:

  • Cansaço
  • Falta de ar
  • Lesões na pele
  • Queda de cabelo
  • Dificuldade de crescimento em crianças
  • Osteoporose
  • Carência de vitaminas

Nos adultos, os sintomas costumam ser indefinidos, como dores eventuais.

Diagnóstico

Para realizar o diagnóstico é feita uma dosagem no sangue dos anticorpos contra o glúten. Também pode ser solicitada uma biópsia do intestino, para verificação de inflamação e atrofia das vilosidades.

Tratamento

Não existe cura para a doença celíaca. O tratamento é feito retirando da dieta alimentos com glúten. É importante tratar a doença, pois ela pode provocar tumores no intestino ou linfoma se não tratada.

Fonte: Drauzio Varella