Microcefalia

Baby hand in mother's palm

Microcefalia é a condição neurológica em que o crescimento do cérebro da criança, ainda no útero ou após o nascimento, é abaixo do normal. A doença não tem cura e causa problemas de desenvolvimento na criança.

A microcefalia pode ser causada por diversos problemas genéticos ou ambientais e geralmente é diagnosticada após o nascimento do bebê. Por isso é importante realizar todos os exames prescritos pelo médico e procurar atendimento se notar que a cabeça do bebê parece menor que dos outros bebês da mesma idade.

Algumas causas da microcefalia:

  • Malformações do sistema nervoso central
  • Diminuição do oxigênio para o cérebro fetal: algumas complicações na gravidez ou parto podem diminuir a oxigenação para o cérebro do bebê
  • Exposição a drogas, álcool e certos produtos químicos na gravidez
  • Desnutrição grave na gestação
  • Fenilcetonúria materna
  • Rubéola congênita na gravidez
  • Toxoplasmose congênita na gravidez
  • Infecção congênita por citomegalovírus.
  • Sífilis
  • Herpes viral
  • Vírus Zika

 

Doenças genéticas que causam microcefalia:

  • Síndrome de Down
  • Síndrome de Cornelia de Lange
  • Síndrome Cri du chat
  • Síndrome de Rubinstein – Taybi
  • Síndrome de Seckel
  • Síndrome de Smith-Lemli–Opitz
  • Síndrome de Edwards.

 

Tratamento

Para melhorar as habilidades da criança, como a fala, são recomendadas fisioterapia, terapia ocupacional, entre outras.

 

A criança com microcefalia pode apresentar complicações como:

  • Déficit intelectual
  • Atraso nas funções motoras e de fala
  • Distorções faciais
  • Nanismo ou baixa estatura
  • Hiperatividade
  • Epilepsia
  • Dificuldades de coordenação e equilíbrio
  • Alterações neurológicas.

 

Obs: Algumas crianças com microcefalia podem não apresentar problemas de aprendizado.

 

Vírus Zika

A relação entre o vírus Zika e os casos de microcefalia foi confirmada pelo Ministério da Saúde. O vírus é transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti, que também transmite a dengue e a febre chikungunya.

O recomendado é a prevenção contra a picada do mosquito, eliminando os focos de água parada e utilizando roupas compridas e repelentes indicados para gestantes.

Fonte: Minha Vida